Moacir et Selena

... que resplandeça a vossa LUZ!

Textos


Banho

Banho

disse-me que se eu A vir no banho
sem que ELA saiba, ah, eu A ganho!
mas, se ELA perceber, aí me lanho!

Banho

ELA no banho... não quero ser um voyer
e sim aquele mortal que ELA irá querer,
mas, para tê-LA, ai, ELA deverá me ver!

Banho

foi então que vi a DEUSA, Nua,
a tomar banho naquela Sua Lua;
olhou-me, riu, disse: Sou tua!

Banho

e mortais morreram como castigo
ao espiar as deusas no seu banho.
sei disso por contos de antanho,
d'outras vidas que tive CONTIGO.

lembro de um conto assaz antigo,
de u'a antiguidade sem tamanho.
Adão A viu: 'no banho te apanho'
EVA fugiu, ele não tinha umbigo!

tristonho, e chateado, e carente,
irado mormente, Adão resmunga,
quer por que quer o 'tal' do Ente.

carnalmente, EVA não comunga,
até que EVA ouve a tal serpente;
aí ELA amante, o desexcomunga.

desexcomungar: Levantar a excomunhão.

Moacir et Selena
Enviado por Moacir et Selena em 16/07/2010
Alterado em 16/07/2010
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome dos autores e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras